Projeto da UFBA abre inscrições para formação de roteiristas de narrativas seriadas

A partir do dia 08 de fevereiro, estão abertas as inscrições para a segunda edição do projeto Usina do Drama, iniciativa vinculada ao Estação do Drama, um projeto de extensão da Universidade Federal da Bahia. Assim como a primeira edição de 2017, a edição 2020 do Usina do Drama recebe o apoio da Secretaria de Cultura do Governo do Estado da Bahia (SecultBA), por meio do edital Setorial do Audiovisual do Fundo de Cultura da Bahia. A meta principal é formar roteirista capazes de desenvolver projetos de séries para televisão. As atividades do projeto acontecerão durante os meses de maio e dezembro de 2020, na Faculdade de Comunicação da UFBA (Ondina). A iniciativa conta com uma equipe formada por tutores roteiristas experientes e professores doutores em comunicação pela UFBA que compartilham suas experiências e mostram os caminhos para formação de qualidade na área de criação de produções seriadas.

A edição da Usina do Drama 2020 abrirá 28 vagas para os Workshops de criação para quem deseja escrever séries de ficção, sendo 21 vagas para séries ficcionais live action e 07 vagas para ficção animada. No total, o processo de formação conta com 2 (duas) etapas, sendo a primeira voltada para a construção do projeto de série e a segunda para aprimorar esse projeto e elaborar o roteiro do piloto. Os 05 melhores projetos participarão do Pitching Pedagógico e apresentarão suas obras para uma banca com nomes de produtoras baianas consolidadas no mercado audiovisual. Na equipe de tutores de seriados live action estão os roteiristas Gildon Oliveira (A Lei do Riso), Amanda Aouad (Tori, a detetive) e Gustavo Erick (Criativos.Br). No setor de animações, o projeto conta com Marcelo Lima (Galera da Praia). Os workshops compõem 64 horas de atividades e ocorrerão aos sábados, quinzenalmente, na Faculdade de Comunicação da UFBA, durantes os meses de maio a dezembro de 2020.

A criação do projeto fica por conta do grupo de pesquisa A-Tevê/UFBA. De acordo com a professora doutora Maria Carmen Jacob, a Usina busca ampliar os estudos dentro e fora da academia sobre o ofício do roteirista no mundo das séries de TV, além de estreitar laços com profissionais e produtoras do mercado audiovisual baiano. Para a docente, este tipo de iniciativa tem muitos ganhos, como o aprendizado em como formular um projeto de obra que conta com a serialização, além de promover a reflexão e a ampliação do entendimento desse mercado das séries e do que pode ser feito dentro dele.

Amanda Aouad é roteirista, crítica de cinema, doutora em Comunicação pela UFBA, e integra a equipe de tutores roteiristas da Usina do Drama 2020. “Fiz parte do grupo inicial que concebeu o projeto da Usina do Drama em 2017. Minha expectativa é que na Usina 2020 mantenhamos os ótimos resultados da edição anterior”.

Participante do projeto em 2017, a artista Andréa Rabelo reforça a importância de proposta como essas. Rabelo pensa que Salvador precisa de mais ensino voltado para a área de roteiro de um modo geral e de séries em particular. Para ela, a Usina do Drama acaba proporcionando uma formação bem elaborada, dando ferramentas para quem deseja seguir a profissão de roteirista.

Além do workshop de criação, a Usina do Drama oferece cursos de 16 horas que são abertos para todos os interessados, e conta com até 50 vagas. Serão ofertados 5 cursos de 16 horas cada um deles, aos sábados, a saber: Narrativa, Construção de Personagens e Gêneros Dramáticos; Construção de Mundos Ficcionais, Modelos de Serialidade, Gestão Audiovisual e Modelo de Negócios; Narrativas transmídia. Eles são quinzenais, aos sábados, na Faculdade de Comunicação da UFBA: começam em abril e vão até novembro de 2020.

A novidade da edição da Usina do Drama 2020 é ampliação do Labséries, um conjunto de laboratórios de análise da ficção seriada contemporânea que envolve os seguintes assuntos: Análises de Séries Televisas, Distribuição Online e Serviços Streamings, Expansão Narrativa e Franquias Midiáticas, Estratégias Transmídia, Construção de Mundos Ficcionais, Modelos de Serialidade de Alta e de Baixa Continuidade, Construção de Personagens na Narrativa Seriada, Gêneros Dramáticos, Estilo e Autoria do roteirista. Todos eles são exemplificados com seriados consagrados como Grey´s Anatomy, Game of Thrones, True Blood, The Flash, entre outros. Os encontros do Labséries serão às quintas-feiras, das 17 as 20 horas, uma vez por mês, também na Faculdade de Comunicação, de abril a dezembro de 2020.

Para mais informações sobre o projeto, acesse: https://estacaododrama.com.br ou https://www.facebook.com/estacaododrama/

Assessoria de Imprensa: Enoe Lopes Pontes – 71 99688-8787

usina-do-drama-4 usina-do-drama-26-1

 

usina-do-drama-18 USINA DO DRAMA LOGO