Grupos de Pesquisa

Os princípios que têm orientado as atividades acadêmicas e a formação dos pesquisadores no Póscom (UFBA) enfatizam as atividades dos Grupos de Pesquisa que proporcionam produtivo ambiente de trabalho que amplia a capacidade de agregar e articular, por afinidades teóricas e metodológicas, docentes e discentes.

Cada Coordenador de Grupo de Pesquisa tem autonomia para definir periodicidade, dinâmica de funcionamento, critérios de participação e sistemas de avaliação das atividades desenvolvidas. A dinâmica geral de funcionamento de cada um dos Grupos pressupõe discussão das referências bibliográficas, exercícios de métodos de análise dos fenômenos comunicacionais investigados, exame crítico de resultados de pesquisa, além da discussão das atividades e relatórios de pesquisa de mestrandos e doutorandos.

Os Grupos de Pesquisa são liderados pelos docentes permanentes e estão todos eles inscritos no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq. Contam com a participação de doutorandos e mestrandos a eles vinculados, além de bolsistas de Iniciação Científica, bolsistas de Apoio Técnico e de outras naturezas, alunos da graduação em realização de trabalho final de curso, alunos de graduação e pós-graduação de outros cursos da UFBA e de outras IES que participam na condição de visitantes, associados ou intercambistas. Participam, ainda, professores colaboradores, convidados e visitantes brasileiros e/ou
estrangeiros.
Os princípios que orientam as atividades acadêmicas no Programa exigem a participação ativa de docentes e discentes nos Grupos de Pesquisa (GPs), que têm sido espaços privilegiados de orientação dos projetos de pesquisa dos discentes e de desenvolvimento das investigações dos docentes. A maturidade acadêmica conquistada nos mais de 20 anos de experiência dos GPs no Programa confirma a importância desse espaço para qualificar a formação dos discentes e das pesquisas desenvolvidas pelos integrantes do Grupo. Os Grupos agregam e articulam docentes e discentes das três LPs e de outras universidades brasileiras, por meio de participações em bancas de defesa de dissertação e teses, publicações individuais e/ou em coautoria, atividades conjuntas em seminários, formação e atuação em redes de cooperação acadêmica nacional e internacional e em centros de pesquisa. Vale destacar que as articulações entre Grupos de Pesquisa que atuam no Programa e em outros cursos de pós-graduação da área da comunicação e áreas
afins fomentou a formação de Centros de Investigação no Póscom, hoje consolidados na área. Podemos citar os casos do Centro de Estudos Avançados em Democracia Digital e Governo Eletrônico (CEADD), do Centro de Comunicação Democracia e Cidadania (CCDC) e do Centro de Pesquisa em Estudos Culturais e Transformações na Comunicação (TRACC). O INSTITUTO NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EM DEMOCRACIA DIGITAL (INCT.DD) é um bom exemplo desse esforço, pois teve como um de seus vetores de origem o empenho da equipe do CEADD, constutiído pelos Grupos de Pesquisa Comunicação, Internet e Democracia (CID) e Comunicação, Política e Redes Digitais (CP-Redes) que, em 2017, ano de sua criação, integravam a Linha de Pesquisa Comunicação e Política.
As atividades que expressam os impactos sociais, educacionais, tecnológicos, econômicos, culturais, científicos e políticos deste Programa emergem dos resultados dos esforços dos integrantes dos GPs.

Grupos por linha de pesquisa: